A conversa que você precisa ter com seu coordenador de campanha

Contratar um coordenador é uma das decisões mais importantes que os candidatos tomam. Pode fazer a diferença entre uma campanha de sucesso e uma que definha. Ao considerar um coordenador em potencial, muitos candidatos concentram-se em qualificações técnicas ou reputação profissional. Mas ao fazer isso, eles estão perdendo um elemento-chave de um relacionamento bem-sucedido entre candidatos e coordenadores.

Frequentemente trabalhamos com candidatos que estão frustrados porque seus coordenadores são “exigentes demais” ou “não são proativos o suficiente”, quando, na verdade, seus coordenadors não entendem claramente as expectativas de seus candidatos. Essa desconexão não apenas leva à frustração pessoal, mas pode se estender a erros de orçamento e cronograma e a erros constrangedores de mensagens que afetarão a operação geral de sua campanha.

O aspecto mais frustrante desse fenômeno é que é completamente evitável. Existem muitos modelos diferentes para um relacionamento bem-sucedido entre um candidato, um coordenador e uma equipe de consultoria. Mas o ingrediente comum em todos eles é uma definição claramente definida e mutuamente acordada do papel do coordenador.

Agora, o momento certo para esclarecer a função do coordenador de campanha é antes de contratá-lo.

Se você já contratou um coordenador de campanha e não teve a conversa sobre as especificidades da função dele (e da sua), faça isso hoje mesmo. Se você ainda não contratou, faça parte de seu processo de contratação.

Quando você se senta para a conversa, comece com o quadro geral. Você está procurando um conselheiro estratégico, um COO de campanha, alguém para comandar seu programa de contato com eleitores ou algo mais?

Quais expectativas específicas, grandes e pequenas, você tem para o coordenador de campanha? Comunique essas expectativas ao seu coordenador em potencial com o máximo de detalhes que puder, e considere também o feedback delas sobre suas expectativas. Esse feedback pode mudar sua visão do papel do seu coordenador.

É tão importante discutir seu próprio papel enquanto candidato. Quanto do seu tempo – e dinheiro, se houver – você está disposto a comprometer com essa campanha? Quanto tempo você está empenhado em gastar arrecadando dinheiro? Seu coordenador concorda em tornar sua busca por um cargo público o centro de sua vida profissional? Você deve ser claro sobre seu papel nesse esforço.

Além do quadro geral, concentre-se nos três recursos mais importantes da sua campanha: o orçamento da campanha, seu tempo e sua mensagem. É fundamental que todos os membros da sua equipe entendam a autoridade que o candidato, o coordenador e os consultores têm sobre qualquer decisão que afete esses três recursos.

Algumas questões de enquadramento relacionadas a cada um desses recursos estão abaixo. A relevância das perguntas individuais para sua campanha varia de acordo com seu tamanho e orçamento. Ainda assim, o ponto principal é o mesmo se você está concorrendo para a prefeitura ou para a presidência: a clareza hoje evita confusão e frustração amanhã.

Despesas

Toda campanha precisa de um orçamento. Se não está escrito, não existe. Mas quem irá redigir e finalizar o orçamento da campanha e quem irá atualizá-lo e aplicá-lo? Você ou seu coordenador têm permissão para gastar fundos de campanha sem a aprovação do outro? Em outras palavras, quem controla o talão de cheques? Como você reportará esses gastos? Quem tomará decisões sobre contratar e demitir outros funcionários ou consultores? Como esse processo funcionará?

Tempo

Seu coordenador controlará seu calendário e sua agenda diária? Um coordenador de campanha pode ser um gatekeeper valioso, mas somente se o candidato permitir que ele sirva como tal. Em muitos casos, um coordenador de campanha vê todas as solicitações de mídia, chamadas da imprensa, questionários, convites para eventos ou solicitações de reunião antes de você.

Mensagem

É fundamental ter processos para governar todas as coisas relacionadas à mensagem. Quem tem permissão para falar com a imprensa e quando? Você pode falar com a imprensa sem o seu coordenador saber? Conselho gratuito: a resposta a esta pergunta deve ser não. Quem administrará e quem aprovará os e-mails de sua campanha ou suas postagens de mídia social? Quem redigirá e aprovará comunicados de imprensa e respostas a questionários?

Nem todas essas perguntas têm respostas certas ou erradas, mas é essencial que todos concordem sobre quais são as respostas.

A conversa fará uma enorme diferença na sua qualidade de vida entre agora e o dia da eleição. Você deve tê-la hoje e depois continuar trabalhando em estreita parceria com o seu coordenador de campanha para garantir que cada um de vocês esteja cumprindo seu papel até o dia da eleição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.